10 links para mostrar que trabalhar remoto não é trabalhar sozinho

“Um é um número solitário”, pelo menos é o que dizem os resultados das pesquisas sobre trabalho remoto. Só que será que é verdade essa convicção de que trabalhar remoto é trabalhar sozinho e fazer tudo por conta própria é verdade? Eu acredito que não e conto o porquê.

Não sei se você já conhece esta pesquisa, mas em 2018, foi divulgado o estudo Anywhere Workers (por sinal, muito interessante!) onde foram entrevistados mais de 3.700 trabalhadores remotos. Na última semana, resolvi rever o que estava escrito por lá e alguns dados e informações acabaram me chamando muita atenção. Entre eles a frase:

“The only downside to working remotely can be the lack of human connection… Between all the project management and Slack messages, how can we make more valuable connections with our teammates and empower smart decisions together?” Em uma tradução livre… “Os entrevistados da pesquisa destacaram que a única desvantagem de trabalhar remotamente pode ser a falta de conexão humana. Entre todas as mensagens em gerenciadores de projetos e no Slack, como podemos fazer conexões mais valiosas com nossos colegas de time e construir decisões inteligentes juntos?’’

Somado a isso, em uma das perguntas, os entrevistados eram questionados sobre felicidade no trabalho remoto. Os resultados continuaram revelando que a solidão e não conseguir achar um equilíbrio entre vida pessoal e profissional eram das maiores dificuldades enfrentadas.

Qual é o seu desafio número 1 quando se trata de sua felicidade como trabalhador remoto?

  • 30% dos respondentes disseram que é a falta do senso de comunidade / sentimentos de solidão;
  • 28% dos respondentes falaram que é a dificuldade de “desligar” do trabalho / não trabalhar; excessivamente;

Se você se identificou com algum dos pontos que trouxe com base na pesquisa, queria dizer que esse receio é normal. Por outro lado, também quero falar para você que trabalhar remotamente é estar aberto para possibilidades que você nem imaginava e ter a consciência de que esse é um processo de eterno amadurecimento e transformação. E, mais, eu tenho uma ótima notícia:

É possível sim ter conexão humana, estabelecer limites e construir grandes projetos com um time distribuído.

Todos esses pontos já foram explorados de alguma forma nos conteúdos que publicamos no Officeless, por isso, achei que uma maneira efetiva (e não tão extensa) de falar mais sobre esse assunto seria compartilhando esses links com uma breve explicação. Então, vamos lá?

# Como posso ter mais conexão humana e melhorar a minha comunicação trabalhando remotamente?

Se engana quem pensa que trabalhar remoto é a mesma coisa que trabalhar sozinho. Pelo contrário, inserir essa forma de trabalho na rotina é ter a liberdade de escolher trabalhar de casa, mas também do escritório e, quem sabe, até de um coworking ou café fazendo novas conexões com outras pessoas. É ter a autonomia de fazer o que quiser, mas sabendo que as suas ações impactam no trabalho da equipe.

O importante aqui é entender que alinhamento e comunicação com o time são essenciais para evitar o isolamento de quem até pode estar sozinho, mas está conectado com a equipe de outras formas. Além de lembrar que existem diversas formas *(acessando os links abaixo você vai entender melhor!) *de se conectar com a equipe quando se trabalha remotamente.

Nos conteúdos abaixo, meu time distribuído e eu contamos como fizemos para estarmos mais próximos sem, necessariamente, estar juntos e também compartilho o que especialistas falam sobre o assunto:

👉🏼Como posso me comunicar melhor por texto?

👉🏼Como Gifs e Emojis podem melhorar a comunicação do seu time

👉🏼7 ways to network when you work at home

# O que posso fazer para estabelecer limites e organizar o trabalho remoto com vida pessoal?

George Orwell já dizia… “Liberdade é escravidão”, mas, calma! Isso depende do ponto de vista, né? Trabalhar remoto traz sim muito mais autonomia e flexibilidade individual, mas, se não tomar cuidado, também pode deixar você em um eterno estado de alerta ou colocar você como “sempre disponível” para o trabalho.

Aqui compartilho uma lista de links úteis e com dicas práticas para você aplicar no dia a dia e se livrar desse sentimento:

👉🏼Disciplina no trabalho remoto: como ter um dia mais produtivo e organizado

👉🏼How To Power Down And Find Your #JOMO Flow This Year

👉🏼Por que o autoconhecimento é importante para ter mais autonomia trabalhando remotamente?

# Como alcançar os objetivos de um projeto trabalhando com um time distribuído?

A primeira coisa que precisa saber é que, independente do seu papel, você não vai ter o controle sobre tudo e todos a qualquer momento. Aliás, a única coisa que posso garantir que você vai teré acesso ilimitado à todas informações necessárias para fazer o seu trabalho acontecer — desde que o seu time tenha um propósito claro e esteja alinhado em tornar a comunicação, dados e todo o conhecimento sobre o projeto disponível, atualizado e contextualizado nos locais combinados. Isso é o mais importante e não de onde ou em qual horário o seu colega de trabalho resolveu trabalhar.

Para organizar melhor os papéis e alinhamentos com o time distribuído, nós e experts no assunto falamos sobre diversos pontos e ensinamos como fazemos, nestes materiais, para rodar projetos trabalhando remotamente. Dá uma conferida:

👉🏼O que é importante você saber medir no trabalho remoto

👉🏼Times distribuídos & Autogerenciáveis

👉🏼Líderes do futuro: quem são eles no trabalho remoto?

👉🏼How to manage Remote Teams

Depois de todos esses conteúdos que compartilhei e que são baseados em histórias reais, você acha que faz sentido pensar que trabalhar remotamente é algo solitário, ou melhor, que é uma responsabilidade totalmente individual? Qual é a sua opinião sobre isso? Nós, do Officeless, queremos ouvir o que tem a dizer e continuar ajudando você a superar todos esses desafios. Conta para a gente, vai!