Comunicação assíncrona é vida, o problema é a nossa ansiedade

Sou daqueles que quer ter uma resposta logo, já confesso de cara.

Quem me vê defendendo o fim da cultura do imediatismo e do senso de urgência constante no trabalho, não imagina que já fui desses que enviava um email pro cliente, na sequência uma mensagem pelo WhatsApp para avisar, uma no Messenger pra reforçar, e quem sabe uma ligação rápida para garantir.

Quando se tratava de uma resposta sobre aprovação de uma proposta ou entrega de design então, ficava dando refresh no email esperando a resposta que cumpriria (ou não) a minha expectativa.

No digital o tempo é diferente

Tem algo mais profundo nisso. E está relacionado com insegurança, necessidade de aprovação e claro, ansiedade.

O fato é que ninguém quer ficar sem resposta. Mas levei alguns anos para me acostumar com a realidade de que as pessoas não têm que trabalhar no meu tempo.

Se comunicar e trabalhar de forma assíncrona é sim contraintuitivo.

As próprias redes sociais nos colocaram num loop de feedback super vicioso. Seria, por exemplo, hipocrisia dizer que não vou ficar na expectativa de receber uma resposta do outro lado ao clicar no botão de publicar esse artigo.

Hoje após 11 anos trabalhando remotamente e conversando muuuito por mensagens na internet, entendi que é uma questão de confiança. Sim, aquele quase clichê do trabalho remoto é real demais. Tem que confiar nas pessoas.

Querer resposta na hora é furar fila

Quando eu peço uma opinião pro meu time através de um post no Basecamp - nossa ferramenta de comunicação - eu quero muito saber logo o que pensam, obviamente. Mas as pessoas têm outras diversas coisas no radar delas.

Não posso querer furar fila achando que minha questão é tão importante e urgente assim. Eu que lute com minha ansiedade?

A diferença é a confiança que tenho nessas pessoas. O entrosamento que desenvolvemos pra você trabalhar de forma não-simultânea.

Quantas vezes eu também não li uma mensagem e deixei pra responder logo mais?

O combinado que não sai caro

Confiança é quase um pacto subjetivo, mas a comunicação não precisa ser. Seguindo na linha dos clichês, o combinado não sai caro. Que tal ter acordos claros sobre como a comunicação deve funcionar?

Trabalhar de forma assíncrona é libertador. Arriscaria dizer que é o único caminho para que o trabalho remoto realmente signifique liberdade e flexibilidade.

Só que a velocidade da informação nos colocou nessa compulsão.

Por outro lado, o trabalho inteligente é consciente. Não vou ocupar esse texto reforçando os benefícios de uma comunicação assíncrona.

E antes que você pense que é irreal trabalhar assim, não tem nada de errado em precisar de uma resposta agora, mas gentilmente explique o motivo e sinalize até quando é a sua expectativa de resposta.

O imediatismo é um gatilho para a ansiedade. Entendendo e aceitando isso, o escritório digital se torna um lugar melhor e mais leve.

👇 Você também pode gostar...

Ver todos os artigos
💌
Newsletter Officeless
Receba o melhor conteúdo sobre trabalho remoto quentinho no seu email. Vídeos, tutoriais, artigos, podcasts, checklists e notícias. Tudo isso resumido em um email enviado toda semana.
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.